De “Eu Não Sou Cachorro Não” a “Love Will Tear Us Apart”!

 joy_division_by_whorenun.jpg

Começa nesta quarta, 26, em São Paulo (a partir do dia 27 no Rio e dia 14/04 em Brasília) a 13ª edição do festival de documentários É Tudo Verdade. Ao todo, serão 138 produções divididas entre longas, médias e curtas metragens. Sabe aquele documentário do qual TODO MUNDO vai falar depois, que ficará meses em cartaz no Unibanco ou que fará filas nas sessões de domingo do Reserva Cultural? Geralmente, ele passou por aqui antes.

Entre os brasileiros, há filmes sobre o poeta Wally Salomão, os músicos Caetano Veloso e Waldick Soriano (este, dirigido por Patrícia Pillar), o ator Paulo Gracindo, dirigido pelo filho, Gracindo Jr, e até sobre a mítica personagem Rê Bordosa. Um conhecido meu, aliás, afirmava que a Rê Bordosa foi inspirada na chefe da revista em que ele trabalhava. Uma boa chance para conferir se isto é mesmo verdade!

Já no segmento internacional, destaque para Joy Division. Não confundir com Control, o longa de ficção que trata do mesmo tema – a ascenção e o fim abrupto da vida de Ian Curtis e sua cultuada banda. Joy Division, o documentário, foca menos na vida conjugal do cantor e abre espaço a outras revelações. De qualquer forma, vale conferir os dois. Control estréia em maio.

Segue uma lista rápida com algumas dicas do que promete o Festival na temporada paulista:

Dia 27/03

13h, Cinesesc – A Vida de Bergman, de Gunnar Bergdahl

Dia 28/03

13h, Cinesesc – Conversas com Billy Wilder, de Volker Schlöndorff

Dia 29/03

13h, Cinesesc – Jimmy Carter – O Homem de Plains, de Jonathan Demme

22h, Reserva Cultural – Quem Matou Sérgio Vieira de Mello?, de Amal Moghaizel

Dia 30/03

21h, Cinesesc – O Aborto dos Outros, de Carla Gallo

Dia 31/03

18h, Reserva Cultural – American Psyche, de Paul van den Boom

Dia 01/04

19h30, Sala Cinemateca BNDES – Cândido Portinari: Um Pintor de Brodósqui, de João Batista de Andrade

Dia 04/04

15h e 19h, CCBB – McDifamação, Franny Armstrong

19h, Cinesesc – Waldick, Sempre no Meu Coração, de Patrícia Pillar

23h, Cinesesc – Joy Division, de Grant Lee

A programação completa você tem no site oficial do festival:

http://www.itsalltrue.com.br/2008/home.asp?lng=

Regalem-se!

Anúncios

Uma resposta to “De “Eu Não Sou Cachorro Não” a “Love Will Tear Us Apart”!”

  1. Aha…
    …ZzZzZzZA!!!!!

    O mais legal é poder desvendar universos distantes por meio do olhar dos realizadores.
    Tem de um curta sobre uma família cigana do sertão de Alagoas (“Tarabatara”) a um longa sobre Wally Salomão (“Pan-Cinema Permanente”).

    E ainda produções sobre a Rê Bordosa (“Dossiê Rê Bordosa”), clássica personagem de Angeli.
    Portinari (“Cândido Portinari: Um Pintor de Brodósqui”)
    Joy Division (“Joy Division”)
    Caetano Veloso (“Coração Vagabundo”)
    Waldick Soriano (“Waldick, Sempre no Meu Coração”)
    Wilson Simonal (“Simonal – Ninguém Sabe o Duro Que Dei”)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: