Poesia visual de Greenaway

Peter Greenaway é o que se pode chamar de um verdadeiro artista multimídia.

Seus filmes são mais do que cenas alinhavadas a um roteiro e uma trilha sonora composta para eles.
Por vezes, as imagens sucedem-se como se fossem quadros em movimento. Em outras, elas aparecem simultâneas na mesma tela, evidenciando sua opção por uma forma de narrativa moderna para quem está acostumado com a linguagem multitarefa dos computadores.

Além disso, os longas do diretor britânico geralmente giram em torno de um mesmo tema. Ele é obcecado por uma idéia e a desenvolve até o limite. Foi assim com Afogando em Números (1988) e O Cozinheiro, o Ladrão, Sua Mulher e o Amante (1989).

A mesma fórmula aparece em O Livro de Cabeceira (1996). Nagiko (Vivian Wu) é uma jovem apaixonada pelas palavras. Ela conhece Jerome (Ewan McGregor) e começa desenvolver a habilidade de escrever em seu corpo. Não demora para que ela passe a entregar os capítulos de um livro, prometido a um editor, amante de Jerome, nos corpos dos homens. Para cada capítulo, um homem diferente.

O efeito visual do filme é tão elegante quanto inspirador. Ewan McGregor no mesmo ano que despontou para o mundo em Trainspotting, era uma promessa cheia de frescor.

É um daqueles filmes para rever e se entregar a uma outra maneira de contar uma história.

Anúncios

Uma resposta to “Poesia visual de Greenaway”

  1. Acho uma pena as pessoas não darem atenção para o lado mais interessante do Greenaway que são suas instalações de videoarte, que mesclam de maneira peculiar imagens, objetos, e trilhas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: