Leonera: una perdedora buena

Além do frio que nao se deixa passar despercebido e do perigo que é acreditar nas faixas de pedestres, o que pode também chamar a atençao em Buenos Aires sao os cartazes que anunciam Leonera.

O longa do argentino Pablo Trapero, que estreiou ontem em terras portenhas (por aqui, os lançamentos ocorrem às quintas-feiras),  pode ter saído de mãos vazias do Festival de Cannes, mas as críticas dos jornais locais o avaliam entre bom e excelente.

Protagonizado por Martina Gusman (favorita à Palma de Ouro, a qual foi perdida para a brasileira Sandra Corveloni) e Rodrigo Santoro, o thriller fala do envolvimento entre suas personagens, Julia e Ramiro, que têm em comum a relaçao com o ex-marido de Julia.

Esse parece ser mais um exemplar do bom cinema argentino. A ver.

Anúncios

Uma resposta to “Leonera: una perdedora buena”

  1. […] e Pablo Trapero, que recebe uma homenagem com alguns de seus títulos (incluindo o mais recente Leonera). O júri conta com, entre outros, os diretores Hugh Hudson (Carruagens de Fogo) e Samira […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: