O Segredo do Grão: Um Cuscuz bem soltinho

Este texto bem que poderia estar no blog de comidas deliciosas de Rebeca Ukstin, o Tempero. Afinal, é em torno de um prato, o cuscuz, que se desenrola toda a trama de O Segredo do Grão, de Abdellaltif Kechiche, em cartaz em São Paulo.

Vencedor do Grande Prêmio do Júri no último Festival de Veneza e de quatro César – incluindo melhor filme – O Segredo do Grão é uma intensa e longa incursão no universo de uma família. Ou melhor, de duas. Em Séte, no litoral francês, às margens do Mediterrâneo, Slimane Beiji é um operário de 61 anos que perde o emprego após mais de 30 anos na mesma empresa. Ele, assim como muitos de seus vizinhos, imigrou para a França, décadas antes, em busca de melhores oportunidades.

Slimane possui a família “oficial”, que corresponde a sua ex-mulher, filhos, genros, noras e netos e a “extra-oficial”, composta por Karima, a dona do hotel onde ele mora, e a filha dela, Rym. Sem nunca ter assumido uma relação com a segunda, as mulheres de ambas as famílias se detestam. Sem emprego e sem perspectivas, é Rym que o ajudará a ter um novo objetivo na vida: montar um restaurante dentro de um barco e que servirá apenas um prato: o cuscuz.

Não faltam obstáculos em seu caminho. A prefeitura só libera o alvará com o empréstimo aceito pelo banco e o banco só o levará a sério com todos os documentos expedidos pela prefeitura. Apostando tudo em uma última cartada, Slimane recebe ajuda de toda a família, reforma o barco e prepara um banquete para 100 convidados ilustres com a intenção de que eles vejam o potencial de sua idéia e invistam no projeto.

Por duas horas e meia entramos no mundo das famílias de Slimane e nos tornamos íntimos de seus dramas, suas frustrações e suas esperanças. Durasse mais duas ou três horas e a sensação prazeirosa de convivermos com todas as personagens, por certo, ainda seria a mesma. Kechiche acerta nos ângulos, na direção de atores – a maior parte, amadores -, na trilha sonora, na tradução certeira da cultura árabe hoje tão presente em toda a Europa, em particular a França. Tivesse o neo-realismo um nome nos dias de hoje e ele seria Abdellatif Kechiche.

Cotação (0 a 5): 5,0 – Manjar dos Deuses

Anúncios

16 Respostas to “O Segredo do Grão: Um Cuscuz bem soltinho”

  1. eu sei fazer um manjar dos deuses…hum..
    olha fica uma delícia…rs

    qto ao cuzcuz eu prefiro soltinho tb…haha

    bjos

  2. eu assisti ontem e achei bem legal! destaque especial pra dança do ventre. hmm

  3. È, a cena da dança do ventre é mto boa. Ela sozinha resume o filme.

    Abs.

  4. What a data of un-ambiguity and preserveness of valuable experience regarding unexpected feelings.

  5. Wonderful site. Plenty of helpful

    info here. I’m sending it to several pals ans also

    sharing in delicious. And naturally, thank you for your

    effort!

  6. O Segredo do Grão: Um Cuscuz bem soltinho…

    Este texto bem que poderia estar no blog de comidas deliciosas de Rebeca Ukstin, o Tempero. Afinal, é em torno de um prato, o cuscuz, que se desenrola toda a trama de O Segredo do Grão, de Abdellaltif Kechiche, em cartaz em São Paulo. Vencedor do Grand…

  7. Hmm it seems like your blog ate my first comment (it was super long) so I guess

    I’ll just sum it up what I had written and say, I’m thoroughly enjoying your blog.
    I as well am an

    aspiring blog writer but I’m still new to everything. Do you have any tips for newbie blog

    writers? I’d genuinely appreciate it.

  8. I really like it when individuals get together and share
    opinions. Great site, stick with it!

  9. It’s amazing designed for me to have a web page, which is helpful designed for my experience. thanks admin

  10. Hi! Quick question that’s entirely off topic. Do you know how to make your site mobile friendly? My website looks weird when viewing from my iphone4. I’m trying to find a template or plugin that might be able to resolve this issue.

    If you have any suggestions, please share. Many thanks!

  11. Next step is to test software in experimental environment.
    In the case of developers, all the developers want the entire
    user base to his list. You can easily convert
    SMS into MMS and enclose attachments with emails
    too.

  12. It has been a decade since the original Counter-Strike was released and it today remains one of the most popular first
    person shooters in existence. It’s important to know the difference between a
    person that’s termed as an office psychopath and and a person that is just manipulative and outright annoying.
    Fortunately, there are a few ways to break free before you tap
    out – providing you have the energy and the submission defense
    to hold out long enough.

  13. Uma boa pista para conseguir adquirir calçados com um custo mais grave é
    procurar pelos sítio da Internet de vendas pela internet. http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-862868737-tnis-nike-shox-deliver-classic-masculino-_JM

  14. Estimaria de descobrir número do nike max air de R$ 48,00
    e valor do frete para CEP: 13300025. http://www.verticalhorison.co.za/UserProfile/tabid/1514/userId/376975/Default.aspx

  15. Sou verdadeiramente grato ao o dono deste blog que compartilhou este ótimo post.
    Eu sou um leitor recorrente deste blog. Muito Bom Parabéns!

  16. Olá tudo bem ? Tenho um site no blogger e recebo
    muito spam você sabe como eu poderia evitar disso
    ? desculpe usar este espaço para questionar isso, mas vejo que
    seu site é bem bom e você já devem ter sofrido com isso em algum momento .
    Obrigado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: