Faker, The Potbelleez, Pnau e um aborígene de brinde, Tiki Taane

A Austrália tem estado presente nas conversas nos últimos tempos. Seja numa roda de amigos bebendo cerveja, num momento relax do trabalho ou na clínica de estética cheio de argila pelo rosto e corpo, à minha volta só se fala nela. Muitos querem conhecer, outros querem voltar, e outros com saudade dos que foram e não voltaram mais.

Sim, a Austrália parece ser um paraíso aos nossos olhos. Mas enquanto não nos lançamos pelas praias de Sydney ou nos aventuramos pelas cavernas de Ayers Rock, a Oceania vem até nós.

Começamos pelo Faker, banda bem bacaninha que eu não paro de ouvir. Com algumas canções lembrando os Futureheads, o Faker está há seis meses trabalhando o segundo álbum, “Be The Twilight”. No myspace da banda tem canções bem legais como Hurricane e você pode acessá-lo aqui. No Digestão, você fica com This Heart Attack.

Depois vem a dupla The Potbelleez. Formada pelos DJs e produtores irlandeses Dave Goode e Jonny Sonic, que trocaram de hemisfério no início desta década, a banda vira um quarteto nas performances ao vivo, recebendo dois vocalistas.

A música dos caras lembra as batidas do Kleerup ou Fedde Le Grand – aqueles sons que grudam nos ouvidos europeus em seus verões nada amenos hoje em dia. Mas por enquanto, o Potbelleez faz sucesso mesmo é na Austrália e o single novo é Are You With Me. Clicando aqui você confere o hit anterior que teve muita repercussão em sua terra adotiva.

O Pnau é uma dupla de electro que está na estrada desde o fim da década passada. Com uma carreira irregular, agora parece que eles decolam. Eu ainda prefiro o Vive La Fête, mas que essa canção faria bonito nas pistas por aqui, faria. O nome é Embrace e está no álbum homônino da banda.

E para fechar o post, damos um pulo na ilha ao lado, a Nova Zelândia. Tiki Taane tem nome de frutinha bizarra, mas é um rapaz todo tatuado que fez sucesso em sua terra natal com a banda Salmonella Dub (isto me lembra meu eterno e incurável medo de comer palmito, mas já é outra história).

Tiki é descendente dos maoris, primeiro povo a habitar o país. Seu single Always On My Mind lidera atualmente a parada neo-zelandesa, à frente de toda a baba americana como Ne-Yo, Usher e Chris Brown. Esqueça o chato do Jack Johnson e dê uma chance ao nosso amigo.

Anúncios

Uma resposta to “Faker, The Potbelleez, Pnau e um aborígene de brinde, Tiki Taane”

  1. Lu Bassaglia Says:

    Adorei o aborígene!!

    E o Potbelleez já está tocando no Glória.

    Bjos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: