Mostra Internacional de Cinema de São Paulo: A maratona começa sexta-feira

Enquanto a reformulação do novo site do Digestão não fica pronta, a notícia da semana (rs) é o início da 32ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo. O Festival do Rio tem os globais e os flashes, mas é a Mostra de São Paulo, indiscutivelmente, o maior, mais tradicional e mais importante evento deste tipo no país. Tudo se deve, em grande parte, é claro, à dupla Leon Cakoff e Renata de Almeida, que garimpam durante o ano o melhor da cinematografia mundial para o regalo dos cinéfilos paulistanos e brasileiros num dos principais acontecimentos do calendário cultural de São Paulo.

Neste ano, as presenças ilustres ficam por conta de Wim Wenders, que ganhou carta branca para selecionar 15 títulos para serem exibidos, Benicio del Toro, que traz o aguardado Che (pelo qual seu nome ronda as listas prévias do Oscar) de Steven Soderbergh e Pablo Trapero, que recebe uma homenagem com alguns de seus títulos (incluindo o mais recente Leonera). O júri conta com, entre outros, os diretores Hugh Hudson (Carruagens de Fogo) e Samira Makhmalbaf (A Maçã).

Entre os 453 títulos que serão apresentados, poderemos ver muitos diretores estreantes ao lado de veteranos como Ingmar Bergman, que ganha restrospectiva, com 12 títulos, focada sobretudo nos anos iniciais de sua carreira. Bem que Liv Ullman, que passou na semana passada pela cidade, poderia ter esticado um pouco mais a sua visita para apresentar os filmes.

Alguns longas já falados aqui (clique no nome do filme) estão na lista entre os mais aguardados como Rocknrolla – A Grande Roubada, de Guy Ritchie; Choke, de Clark Gregg e Appaloosa – Uma Cidade Sem Lei, de Ed Harris.

Também estão programados os novos dos irmãos Coen, Queime Depois de Ler (que eu verei na sexta-feira e farei uma crítica aqui), dos irmãos Dardenne, O Silêncio de Lorna; de Woody Allen, Vicky Cristina Barcelona; do doido do Michel Gondry, Rebobine, Por Favor e Matheus Nachtergaele, A Festa da Menina Morta, entre tantos outros.

A Mostra acontece em 22 salas da cidade e mais o tradicional vão livre do Masp, de 17 a 31 de outubro. Depois, normalmente, há a tradicional “repescagem”, por uma semana, em algumas salas da Paulista, que traz uma parte dos filmes mais votados e badalados do evento. Preços, horários e a programação completa você encontra no funcional site do festival: http://www2.uol.com.br/mostra/32/

Se nos cruzarmos pelas sessões, não hesitem em chamar para um papo. Bons filmes para nós todos!

Anúncios

4 Respostas to “Mostra Internacional de Cinema de São Paulo: A maratona começa sexta-feira”

  1. Aproveite a mostra! É nessas horas que eu adoraria morar em São Paulo! 🙂

  2. ooba, boa lista de sugestoes. sempre me confundo com todas as possibilidades da mostra. e haha nao exitarei em chamar pra um papo.

  3. Kamila, é apesar do trânsito e da poluição a vida cultural de SP me deixa atônito e estimulado sempre.

    Thiago, pois é. E tem muitas coisas. Vou procurar postar mais algumas.
    E muito feio, hein. Saiu e nem se despediu! Eu soube por terceiros! Por quartos, aliás!

  4. márcio aproveite a mostra!

    bons filmes pra vc!

    bjos e até mais

    re

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: