Archive for the Sugestão da casa Category

Arte e aids são tema de mesas de debate no Distrito Federal

Posted in Sugestão da casa on abril 4, 2010 by claesen

arte-aids

Em todas as quartas-feiras de abril, às 19h, obras de arte que falam de HIV/aids dentre homens que fazem sexo com homens serão tema de debate no Distrito Federal. O conjunto de bate-papos “A – Arte e Aids”, promovido pela ONG Palco Comparsaria Primeira de Talentos, falará sobre cinema, música, artes plásticas e literatura. Um tema a cada encontro. Todos com foco na vivência gay, bissexual masculina ou simplesmente de homens que fazem sexo com homens.

O objetivo, explica o coordenador de eventos da ONG, Sérgio Machado, é ver como diferentes criações em cada área falam da epidemia. E aí há lições de superação, perda, medo, força e esperança. Filmes tais como Filadélfia, o cantor Cazuza e obras do americano Keith Haring são exemplos de pontos para a discussão.

O evento é gratuito e será realizado a partir das 19h30 no SCS, Ed. JK, Sala 131.

Peter Bjorn & John: pra dançar assoviando

Posted in Sugestão da casa with tags , , , , on setembro 22, 2008 by claesen

O Festival Invasão Sueca – o de line-up mais reduzido de todos os festivais paulistanos deste semestre – chega a mais uma edição nesta semana.

Amanhã e quarta-feira o público da cidade tem a chance de conferir no Studio SP (Rua Augusta, 591, telefone 3129 7040, R$ 50) o som do Shout Out Louds e do Peter Bjorn & John. Eternizados como a banda da música do assovio, PB&J ficaram famosos com a canção e agora estão lançando o quarto álbum, todo instrumental, Seaside Rock.

Segue essa deliciosa canção que, infelizmente, não encontra nenhuma à altura no resto do álbum Writer’s Block, de 2006, do qual ela faz parte. Para matar a saudade – ou deixar com vontade de ir aos shows dos caras – eis Young Folks:

PS: Este post é dedicado ao meu amigo Lipp Sant’angelo que conheceu a música junto comigo numa sexta-feira do D-Edge. No dia seguinte, com uma interrogação na cabeça maior do que as bundas da Mulher Melancia e da Mulher Jaca juntas, ele contatou o DJ da noite – Edu Corelli – e assoviando-a e cantarolando-a descobriu a banda e a canção. Dias depois, comemoramos na festa Rebel – do meu amigo Fabilipo -, no Vegas, que colocou-a no line-up da noite apenas para atender a um pedido meu. Daquelas músicas que marcam um momento para sempre.

Para quem estiver pela Augusta hoje…

Posted in Sugestão da casa with tags , , , on setembro 19, 2008 by claesen

O clássico dos clássicos dos belgas do Vive La Fête entra no Digestão pra homenagear a dupla que discoteca hoje no Vegas (Rua Augusta, 765, São Paulo, tel. 3231 3705).

Para quem não puder ir, a banda volta a São Paulo dia 10 para show na The Week. Segue, então, Noir Desir, em homenagem a Regina Pereira, minha antiga roommate que tanto gritou junto com a Els Pynoo:

Novidade escandinava no cardápio

Posted in Al dente, Sugestão da casa with tags , on agosto 10, 2008 by claesen

Terra dos gostosões do A-Ha e dos descolados do Royksopp, a Noruega mostra que tinha mais do que Ida Maria (que você relembra aqui) para mostrar ao mundo neste ano.

Eis o pop delícia do The Micropops. A banda surgiu em 2007, acaba de gravar suas primeiras canções e assinou com uma gravadora local. Originária de Bergen – a segunda maior cidade da Noruega – o vídeo que se segue foi gravado na baía da cidade, a qual é um famoso ponto turístico de lá e conta com casas do tempo da Liga Hanseática, hoje consideradas Patrimônio da Humanidade.

Aqui, a despretensão e o som freshy-happy (como eles mesmos se definem) do Micropops com Moonlight.

M83: O nome veio de uma galáxia e o som é uma viagem espacial

Posted in Al dente, Sugestão da casa with tags , , , , , , on julho 30, 2008 by claesen

Confesso que os singles anteriores do M83 não despertaram interesse suficiente para citá-los aqui, mas quando eles lançaram o novo, Kim & Jessie, conquistaram-me. Baixando o quinto e mais recente álbum da banda, Saturdays = Youth, você confere a deliciosa viagem deste duo formado na França, em 2001, por Nicolas Fromageau e Anthony Gonzalez.

O som da banda é descrito como post-rock, categoria que engloba também os finlandeses do Sigur Rós e os brasileiros do Hurtmold. É do Sigur Rós, aliás, de onde veio um dos produtores do seu último álbum, Ken Thomas.

Fiquem então com Kim & Jessie, o terceiro single desta banda que me confirmou que nem só de amores à primeira vista se faz a cena musical.

Faker, The Potbelleez, Pnau e um aborígene de brinde, Tiki Taane

Posted in Sugestão da casa with tags , , , , , on julho 17, 2008 by claesen

A Austrália tem estado presente nas conversas nos últimos tempos. Seja numa roda de amigos bebendo cerveja, num momento relax do trabalho ou na clínica de estética cheio de argila pelo rosto e corpo, à minha volta só se fala nela. Muitos querem conhecer, outros querem voltar, e outros com saudade dos que foram e não voltaram mais.

Sim, a Austrália parece ser um paraíso aos nossos olhos. Mas enquanto não nos lançamos pelas praias de Sydney ou nos aventuramos pelas cavernas de Ayers Rock, a Oceania vem até nós.

Começamos pelo Faker, banda bem bacaninha que eu não paro de ouvir. Com algumas canções lembrando os Futureheads, o Faker está há seis meses trabalhando o segundo álbum, “Be The Twilight”. No myspace da banda tem canções bem legais como Hurricane e você pode acessá-lo aqui. No Digestão, você fica com This Heart Attack.

Depois vem a dupla The Potbelleez. Formada pelos DJs e produtores irlandeses Dave Goode e Jonny Sonic, que trocaram de hemisfério no início desta década, a banda vira um quarteto nas performances ao vivo, recebendo dois vocalistas.

A música dos caras lembra as batidas do Kleerup ou Fedde Le Grand – aqueles sons que grudam nos ouvidos europeus em seus verões nada amenos hoje em dia. Mas por enquanto, o Potbelleez faz sucesso mesmo é na Austrália e o single novo é Are You With Me. Clicando aqui você confere o hit anterior que teve muita repercussão em sua terra adotiva.

O Pnau é uma dupla de electro que está na estrada desde o fim da década passada. Com uma carreira irregular, agora parece que eles decolam. Eu ainda prefiro o Vive La Fête, mas que essa canção faria bonito nas pistas por aqui, faria. O nome é Embrace e está no álbum homônino da banda.

E para fechar o post, damos um pulo na ilha ao lado, a Nova Zelândia. Tiki Taane tem nome de frutinha bizarra, mas é um rapaz todo tatuado que fez sucesso em sua terra natal com a banda Salmonella Dub (isto me lembra meu eterno e incurável medo de comer palmito, mas já é outra história).

Tiki é descendente dos maoris, primeiro povo a habitar o país. Seu single Always On My Mind lidera atualmente a parada neo-zelandesa, à frente de toda a baba americana como Ne-Yo, Usher e Chris Brown. Esqueça o chato do Jack Johnson e dê uma chance ao nosso amigo.

O sudeste asiático também faz indie rock

Posted in Sugestão da casa with tags , , , , , on julho 3, 2008 by claesen

Eu já conhecia o som do Taken By Cars há uns meses, mas ainda não havia me animado a escrever sobre eles. No entanto, acho que agora eles me conquistaram.

Nascida em Manila, Filipinas, a banda é liderada por Sarah Marco, cuja voz, nesta canção, me lembra a potência de Chrissie Hynde, dos Pretenders, mas que no resto do álbum se aproxima muito de Lovefoxx, do CSS.

Confira o novíssimo December II Chapter VII, extraído do primeiro álbum da banda, Endings Of A New Kind, lançado no final de 2007.

Para quem, como eu, achava que as Filipinas seriam eternamente lembradas apenas pela coleção de sapatos de dona Imelda Marcos, esta é uma grata surpresa.